Ata CONEPsi Goiânia – 30 e 31 de maio de 2013

Ata do CONEPsi em PDF

 

Ata do CONEPsi Goiânia, realizado em 30 e 31 de maio de 2013, na Universidade Federal de Goiás (UFG)

 

PROGRAMAÇÃO

30 de maio                                                              

Manhã – Apresentação do Movimento Estudantil de Psicologia (p. 1)

Tarde – Organizativo do Encontro Nacional (ENEP) (p. 4)

Noite – Organizativo do Encontro Nacional (ENEP)

 

31 de maio

Manhã – Organizativo do Encontro Nacional (ENEP)

Tarde – Pré-ENEPs / Organizativo CONEP (p. 12)

Noite – Organizativo (CONEP) (p. 13)

 

Estiveram presentes nas discussões e deliberações representantes das seguintes universidades:

Universidade Federal de Goiás (UFG, escola sede)

Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) [COREP-SP]

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) [COREP-SP]

Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Universidade Federal de Grande Dourados (UFGD)

 

APROVADA NOTA DE REPÚDIO CONTRA A AÇÃO POLICIAL QUE REPRIMIU BRUTALMENTE A MANIFESTAÇÃO CONTRA O AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS DE GOIÂNIA EM 28 DE MAIO DE 2013.

 

  1. 1.      APRESENTAÇÃO DO MOVIMENTO ESTUDANTIL DE PSICOLOGIA

 

HISTÓRICO DA CONEP

– A partir do ENEP Pará começou um período de recesso na CONEP, começou o crescimentode regionais que não compunham organicamente a executiva nacional. Algumas regionais não possuem o objetivo de formulação política, se limitando a organizar encontros, diferentemente da CONEP que se propõe a tocar pautas ao longo do ano.

– A organização do ENEP SP foi bem problemática, foi construídabasicamente por duas pessoas. A decisão de levar o ENEP para São Paulo já demonstrava alguns problemas.

– As pessoas que agitaram para levar o ENEP pra Cuiabá não ajudaram a construir o encontro.

– A CONEP decide suas pautas e políticas na plenária final do ENEP, assim como seu novo coletivo gestor.

– Poucas pessoas da organização do ENEP Cuiabá viam o evento como político, o resto estava concentrado em festas.

– A CONEP não tem contato com regiões como Minas Gerais, o Norte, partes do Nordeste, Paraná, Rio Grande do Sul.

– Rio de Janeiro e Paraná já foram articulados com a CONEP, mas hoje estão distantes.

– CONEP se propõe a fazer uma articulação nacional do MEPSI.

– Tema do ENEP: Psicologia na atual constituição do espaço brasileiro. A farsa dos Megaeventos enquanto algo positivo para a população do país, o evento só traz benefício para pequenos grupos de empresários. Os megaeventos possuem relação diretacom as novas leis de internação compulsórias. Em Cuiabá ocorremviolações de direitos humanos, com programas de higienização social destinados à especulação imobiliária.

– É necessário ter um movimento estudantil forte para articular as pautas específicas da psicologia.

– A regional N/NE possui uma diferente visão de organização estudantil, que resultou no distanciamento com a CONEP.

– O ENEP Belém aconteceu com o propósito de unir o regional e a CONEP e o afastamento da CONEP da organização acabou afastando ainda mais o regional da executiva nacional. A plenária inicial já foi caótica.

 

RELATOS DAS ESCOLAS

UFC: Kelly: No Ceará fizeram uma recepção com os calouros em que apresentaram a CONEP, ENEP. Pretendem fazer pré-ENEP, mas por conta da votação da CONUNE não foi possível ainda. A federal do Ceará não tem CA e tem só o Roosevelt. Há mais interesse dos alunos das particulares do que das universidades. Foi mandado ofício para pedir um ônibus pela UECE e da UFC. Na UECE faltam 354 professores, lá a maioria dos professores são substitutos. Na UFC há um grupo tentando reviver o CA.

UFG: Gabriel: O ENEP está quase encaminhado, está faltando mesmo a estrutura do cultural. O próprio CA, que está organizando o evento, não tem muito contato com a CONEP.  O problema mesmo é a falta de gente.

Karina: A organização do evento está restrita a UFG, há uma dificuldade em articular CONEP e a sede.

Rodolfo: Acha que o CA está bem articulado com os outro cursos de psicologia. Gabriel: Há até um bom número de pessoas participando do CA, mas são as mesma pessoas que estão fazendo várias outras coisas.

– Douglas: Dúvidas se o CA está dialogando certo com as pessoas da psicologia, com as pessoas que gostam de festas, com as pessoas evangélicas. Talvez o esvaziamento dos calouros se dê a uma não linguagem correta com eles e deve ser visto mesmo se essa é a linguagem que queremos falar.

UFMT: Naiana: Em Cuiabá foi a gestão do CA que puxou o ENEP. A principio, na organização do ENEP, as reuniões eram lotadas, havia mais de 30 pessoas, inclusive de outras universidades. O que ajudou na organização do ENEP Cuiabá foi a greve. A UFG está muito adiantada em comparação a UFMT na organização do ENEP. Conseguiram se aproximar do pessoal das particulares, inclusive fizermos uma regional chamada PSICU, mas após o ENEP o contato foi perdido. A atual gestão assumiu em março durante uma ocupação de reitoria na UFMT. Uma das maiores preocupações atuais é o currículo. O curso começou pelo REUNI, não tem SPA, não tinha área de estágio até semestre passado, vai ter alteração no currículo devido a inserção de licenciatura. Os professores chamam os alunos para participar das discussões do currículo só para legitimas as mudanças que fazem. A atual gestão é composta por 11 pessoas. As reuniões estão sendo esvaziadas. Na semana dos calouros não conseguiram se organizar para falar sobre ME. Lá os veteranos que articulam a semana dos calouros, o CA tem pouco espaço.

Calouros: o trote foi bom, serviu para entrosar as pessoas, mas ao mesmo tempo separou a turma, pois já deu para notar o tipo de cada um. O trote foi divertido, os calouros receberam apelidos, mas nada abusivo. Fizeram uma gincana dentro da universidade que possibilitou os calouros a conhecerem a universidade.  Talvez se tivesse tido a semana dos calouros com apresentação do ME mais calouros teriam ido. Os alunos se sentiram acolhidos.

RELATO DA EXPERIÊNCIA DA ÚLTIMA SEDE (CUIABÁ)

Em Cuiabá tinha dois grupos de pessoas, a majoritária que tinha interesse em festas e o resto que buscava as outras atividades no ENEP. O pessoal da finança era o mesmo que o das festas e a estrutura ficou sem dinheiro. Um mês antes do evento eles tinham organizado de fazer o ENEP numa escola sem contatar o resto da organização. Semanas antes do evento foi cedido o espaço da UFMT. Não foi gasto dinheiro com a estrutura efoi apenas um palestrante. Gastaram 20 mil nas festas, sem qualquer necessidade. As atividades culturais tem que ter todos os dias, mas não devem ser necessariamente festas. No CONEPsiCuiabá, antes do ENEP, rolou muita discussão da comissão organizadora. O ENEP em Cuiabá já foi problemático, tendo um enfoque político bem menor ao de São Paulo. As festas e as mesas não dialogaram e temos que pensar em como integrar esses espaços. Tinha combinado um local para fazer as alimentações, mas próximo ao evento trocaram.  Fizemos barzinhos antes do ENEP para conseguir dinheiro. Não teve controle efetivo da alimentação. O COREP-SP e a CONEP foramos responsáveis pela politização do encontro. Há que se discutir a articulação do dia e da noite, como as pessoas aproveitarem esses dois espaços.

2.      ORGANIZATIVO DO ENCONTRO NACIONAL (ENEP)

 

O que dá mais preocupação é alimentação. Está resolvido, mas envolverá muita grana. Será no restaurante universitário. Os estudantes das federais pagam R$ 3,00, mas os que são de outras IES pagariam mais caro. O pacote de alimentação será o mesmo para todos, mas teremos que cobrir essa diferença no RU. No sábado a noite e no domingo não tem RU, veremos um restaurante para servir as refeições nesses dias. Por dia cobramos 4 reais, no total o pacote será 65 reais. Teremos que passar os nomes até 15 dias antes do evento. Podemos tentar passar duas listas, uma 15 dias antes e outra 5 dias.

Estamos nessas comissões: Segurança, Limpeza, Alimentação, Recepção, Estrutural. E mais a científica. A comissão de recepção (Karina e Eduardo) irá repassar as infos quanto as regras do espaço e do encontro. A comissão de alimentação (Larissa e Amanda). A comissão de estrutura (Gabriel). Segurança (Letícia) terá que contratar seguranças da festa, a depender do número de inscrição. Limpeza (Douglas), como tem muitos macacos a limpeza terá que ser bem feita. Extra para o banheiro, depois dos shows.

Terá uma estrutura montada de banheiros químicos e para banho.

Poderá usar o espaço do cinema.

O alojamento ficou em um lugar só.

Começamos com uma organização bem inflada e hoje estamos em um grupo de 10 pessoas.

Não vai poder ter camping. Cabem 440 pessoas nos espaços que já temos e tem mais a possibilidade de salas.

A programação cultural vai ter que ser barata. Os temas já foram decididos. Sarau, Festa Junina, Rock, Festa Black, TRANSENEP, Dia livre (coloca sua playlist).

Os nomes estão confirmados para as mesas. A mesa tema do ENEP terá um do fórum popular da copa de Brasília e um professor da UNIFESP. A de opressões: Beth Fernandes, Fernando Lacerda e Silva Bento foi convidada mas não houve retorno. Histórico do ENEP: Domenico e o Danilo a confirmar.

O maior espaço para a mesa de abertura que temos até agora dá para 250 membros.

Monitoria. Os monitores trabalharão nas salas onde terão apresentação. É interessante ter muitas pessoas. Pensamos também nos monitores para aqueles que não podem pagar as inscrições. Quantidade e como será.

NV’s também precisam ser discutidos.

Larissa e Daviane da UFG e mais algumas pessoas de fora para a comissão cientifica.

O KIT terá bolsa, bloco, caneta, pulseira, crachá, camisinha, caderno de programação. E possibilidade de ter batom de cacau.

O CFP deu 5000 reais. E estamos tentando outros benefícios. Plano A som e B café da manhã.

– Alimentação: continuar discussão na lista de email e procurar mais informações.

– Monitoria: GDs (1), Mesa (2), Apresentação de trabalho (?), Cine Psi (2), Credenciamento (?), Bar (?)

.critérios: contemplar a galera que está sem grana.

.formulário já na inscrição informando as atividades da monitoria.

.mais ou menos 25 monitores.

.isenção e certificado.

.camiseta de monitor

– Mutirões: Limpeza, Acorda, Festa, chamada para os espaços, café da manhã.

.10 mutirões, 20 coordenadores. Cada sala um mutirão.

.Diminuição da taxa

– Relatoria

.GDs e Plenária Final (CONEP): relatar só as propostas.

.Mesas (CONEP): relatoria qualificada.

– Programação: Mesas, GDs, cultural, vivencia.

Plenária Inicial

Encaminhamento: Redigir um documento de Regimento Interno do encontro em todas as plenárias iniciais do ENEP.

 

Cultural

Encaminhamento: Deixar cartazes para as pessoas nas festas expressarem suas ideias, sentimentos / mural de poesia/ Projeção de vídeos nas festas.

 

Cultural – Sarau

Encaminhamento: Palco livre

 

Jogos Comunitários

_Thiago: deixar na programação apenas se realmente for acontecer, senão ser honesto com as pessoas e deixar a manhã de domingo livre. Relato de experiência do ENEP-Pará, onde tinha um monitor com os materiais esportivos.

_Nayara: proposta de alguma gincana ou jogos sedentários (xadrez, damas…)

_Henrique: preciso pensar estrutura.

_Douglas: é preciso pensar na interação proporcionada pelos jogos. Deixar os materiais esportivos à disposição para alguma prática.

_Karina: monitor para cuidar da organização das gincanas.

Encaminhamento: pensar em gincanas, monitor responsável, apresentação da bateria Neurótica da Psicologia-UFG, “esqui bunda”, guerra de balão de água.

 

Mesa 1: História do MEPsi

*Domenico Hur, Carlos (CONEP), Danilo Oliveira (Gyn)

GD’s

_GD Construindo C.A.

#CAPsi – UFMT

#CAPsi – UFG

#José Fernandes – São Camilo

_GD CONEP

#Nayara – UFMT

_GD Articulação Regional

#COEREP N/NE

#COREP SP

_GD Outras Entidades Psi

#José Fernando

Cultural – Festa Junina

_Douglas: festa temática – ter sonorização temática / as comidas e bebidas típicas ficarão por conta das comissões de formatura das turmas do curso de Psicologia-UFG

_Maria: plano B – se as comissões não derem certo, avisar à CONEP a possiblidade de pessoas que tiverem interessadas em colocar comidas e bebidas típicas na festa junina.

Apresentação de Trabalhos

Encaminhamento: Solicitar suporte e data-show /Banners: colocar perto da onde serve o café da manhã – verificar a qtd de inscrições de trabalhos, para depois decidir se ficará um dia banner e outro dia apresentação oral.

Mesa 2: Psicologia e a Atual Constituição do Espaço Brasileiro: Megaeventos, Saúde e Repressão

*Henrique – UFMT; Prof. da Unifesp; Fórum Popular da Copa

GD’s

_GD LAM

#Gabriel – UFG; Cláudio – UFG – a confirmar

_GD Higienização Social

#Douglas – UFG

_GD AntiProibicionismo

#Thiago – PUC-SP

_GD Saúde (privatização da saúde)

#Arthur Dunck – UFG

_GD Ocupação/Desocupação Urbana no contexto da COPA

#Dick – PUCCAMP; Larissa Moreira – UFG

Teatro dos Oprimidos

Encaminhamento: Informar as possibilidades de apresentação no contexto do ENEP.

Cultural – Rock

Encaminhamento: Convidar bandas de rock

Núcleo de Vivências

Encaminhamento: Visitas a locais além da Universidade e depois discussões / Espaço de compartilhamento das convivências / Entrar em contato com CRP para solicitar transportes para levar os Enepianos até os espaços de vivências.

CINEPSI

Thiago: (Proposta) Ir atrás de documentários que tenham a ver com o tema, para posteriormente realizar uma discussão. Plano B

Carlos: Colocar um papel craft para fazer com que as pessoas votem os filmes que serão passados durante à noite, indicação.

Nayara: Intervenção nas festas (colocar o craft do cine psi durante a festa de rock). Projeções nas festas, ter algo diferente em cada uma. Terá alguém facilitando a discussão dos filmes?

O Cine foi solicitado em alguns períodos, durante os dias do ENEP.

Henrique: Cinema auto-organizado, sendo que a pessoa que se propôs a passar o filme, disponibilize-se para realizar os debates (Cine debate, auto-organizado). Sendo essa auto-organização acontecendo em alguns momentos, e o resto programado pela CONEP.

Karina: Temos que ter muito cuidado com o espaço do cinema, pois é a menina dos olhos da faculdade. Então, acho que alguém da organização deveria ficar no espaço enquanto as atividades ocorrerem.

 

ESPAÇOS DE LIVRO ORGANIZAÇÃO (ELO)

Carlos: Pegar o texto do último blog do enep para explicar o que seja este espaço.

Nayara: Fazer um mural, cartazes para as pessoas escreverem as atividades que estão se propondo, e para que todos possam ver.

Carlos: Pensar, enquanto CONEP, a fim de propormos algum ELO, com temas que não estão contemplados pela programação.

 

CULTURAIS

Henrique: Temos que pensar nesses espaços das festas, pois no enep passado foi muito cansativo a realização de festas todo dia, e como não será o caso desseenep, não teremos equipes divididas para esses períodos, temos então que pensar como será isso.

Nayara: Venderemos bebidas e deixaremos o som até que horas?

Douglas: Deixar o som até às 3h da manhã, e parar de vender as bebidas às 4h. (Até esse horário teremos a responsabilidade de manter esse ambiente).

Às 21h, a entrada “seletiva” (Controle de entrada dos participantes – duas entradas).

Thiago: De que tipo serão as festas do ENEP? Porque não precisa ser tão cansativo quanto o enep Cuiabá. Caso, não tenha festas todos os dias, tendo a achar que a galera não vai receber muito bem a proposta. E a questão do horário, podemos levar como proposta para o regimento a ser votado na plenária inicial. Dá pra segurar festas todos os dias se pensarmos como ela será feito, intensidade…

Carlos: Pensar em pontos para o regimento interno do ENEP.

Maria: entre duas festas grandes (Junina e Transenep), ter um espaço, mas não é não ter nada, podemos vender bebidas e deixar o palco livre, como se fosse um sarau.

Douglas: Precisaremos de 5 pessoas (turnos de 2 horas), e para o sarau e a variada (mais tranquilos) precisaríamos de 3 pessoas. Para a variada ter alguém no PC para organizar as playlist’s.

Tirar alguma festa (segunda ou terça), repensar o formato da festa, mais leve enquanto sarau, ou mais leve, enquanto variada.

Proposta: substituir por uma Variada Regional (cada região apresenta algo típico de sua cultura).

Não controlar a entrada no sarau. (proposta)

Maria: temos que pensar qual estrutura de festa terá festas tipo sarau ou aquelas que tiveram no enep passado. Acho que precisaremos de mais pessoas no bar.

Mudar o dia da festa Black, colocar para a quinta talvez, e trazer a Variada para a terça.

Nayara: Dias tranquilos Sábado (primeiro dia), Quinta (sexto dia)

Transenep na quarta, Rock na segunda (CONSENSO)

Karina: Estou em conflito, pois acho que as 4 temáticas de festas são essenciais.

A única coisa que vislumbrei foi trocar o dia da variada com o dia do Black, e no dia do Black deixar o som até às 3h da manhã.

Carlos: Terça (Fazer uma festa Rock/Black)

Quarta: apresentações regionais (das delegações), com músicas regionais.

E no sexto dia realizar a variada (com músicas play list)

Douglas: Sobre o horário de bebidas (vender até às 3h da manhã), e só na festa Trans ultrapassar esse horário.

Maria: Temos que contemplar o público que vai para as festas, então nas maiores festas poderíamos vender até às 5h da manhã.

Três Grandes Festas (segundo dia: festa Agustina, terceiro dia: Rock/Black, quinto dia: Trans).

Henrique: Escolher responsáveis por coordenar o trabalho dos mutirões nas festas, e, além disso, terão os monitores para ajudar, e a galera da organização.

OPRESSÕES

Nayara – Proposta – Construir um GT geral, com delimitações de espaços de debate (Mulheres, Negras e Negros, LGBT, Racismo)

Carlos – * Como facilitar esse espaço? Qual a metodologia?

Douglas – Proposta – trazer os coletivos aqui de Goiânia, auto-organizados, para participarem dos espaços do GTs durante o ENEP.

ENCAMINHAMENTO:

Primeiro – Espaço auto-organizado de Negras e Negros (Tarde) – Paralelamente GT sobre Racismo (discutir o que é um espaço auto-organizado)

Segundo – Espaço auto-organizado LGBT (Tarde) – Paralelamente GT sobre Homofobia (discutir o que é um espaço auto-organizado)

Terceiro – Espaço auto-organizado de Mulheres (Noite) – Paralelamente GT sobre Machismo (discutir o que é um espaço auto-organizado).

MUTIRÃO

Houve uma confusão na relatoria passada e o que foi deliberado como mutirão não foi consenso.

Douglas: É melhor se por sala o mutirão, pois facilita a organização do mutirão. É interessante não ser por sala, mas existe a possibilidade de não darmos conta de fazermos funcionar.

Maria: Apesar disso teve muitas vantagens o mutirão ser por sorteio, por acabar misturando as pessoas de diversas escolas. As gincanas serão realizadas no segundo dia para agregar as pessoas do mutirão. Os coordenadores não vão pagar e serão próximos a organização do ENEP.

Janaina: Como vai ser perto vai facilitar a comunicação do mutirão. E cada mutirão ter cada um uma cor.

Tiago: Cada mutirão deve ter um integrante da CONEP inserido. Pois a maioria das pessoas tem a ideia de um encontro em que foi pago todos os serviços do evento, como limpeza. A CONEP deve trazer o debate de auto-organização dos estudantes e a forma de mutirão. Tem que ter integrantes da conep para fazer o debate e convenceros estudantes a realizar as tarefas que mantêm o evento. Deixar as pessoas escolherem o mutirão que elas podem entrar.

Nayara: A questão de convencimento político foi levantada no ENEP Cuiabá de misturar pessoas que fossem criativas em fazer as chamadas de forma mais amigável.

Carlos: Deve haver um convite para as pessoas a pensar em outra forma de evento pelo mutirão, e não de forma impositiva. A questão de responsáveis por sala não precisa ter haver com os mutirões.

SAÚDE

Larissa: O Campus 2 é um lugar afastado do centro da cidade e não se sabe se há hospitais ou policlínicas próximos. O conselho da direção da UFG aconselhou o SAMU.

Carlos: É importante vermos os hospitais mais próximos do encontro, mas o ideal é o SAMU, pois se levarmos as pessoas nos carros será nossa responsabilidade. A comissão de saúde vai verificar os casos e acompanhar as pessoas até o hospital.

Nayara: A sala de organização do ENEP deve ter kit de saúde em caso de emergência, enquanto não houver o socorro especializado.

Maria: Podiam pensar em uma pessoa mais especializada nas questões de saúde.

Douglas: Por experiência no ENUDs a gente pode pensar no mutirão.
Larissa: Outra questão é a disponibilidade de medicamentos, a reitoria informou para não haver nenhum tipo de distribuição.

DIVULGAÇÃO

Nayara: A gente montou a questão de pessoas referências, que entravamos em contato para vermos a ida ao ENEP. Temos contato com estudantes de muitos Estados e tão importante quanto a comunicação virtual é entramos em contato diretamente com esse contatos.

Karina: Essa tarefa ficar com o pessoal da CONEP que não está em Goiânia.

Nayara: Ter uma pessoa de Goiás auxiliando no contato com essas escolas.

Letícia: Vai ficar o nome da Karina e do Eduardo (UFG) que vão recepcionar as pessoas que estão chegando.

Karina: A gente podia tirar aqui as regiões que podemos mapear e as pessoas que ficarão encarregadas.

 

ENCAMINHAMENTOS

Cinepsi:

– A CONEP garantir esse espaço, garantindo também a auto-organização. (Colocar no blog para a realização de divulgação, instrumento disponível também para a realização de ELO’s, mediante a presença de alguém da organização no espaço). Thiago (PUC-SP)

ELOs:

– Pegar o texto do último blog do enep para explicar o que são ELOs. Carlos (UNIFESP)

– A CONEP vai garantir esse mural para os ELOs.

– A CONEP ficará responsável por impulsionar alguns ELOs.

Mutirões

– Na hora do credenciamento a pessoas poderá escolher seu mutirão, com um limite de pessoas por mutirão.

– Cada mutirão terá uma cor.

– Os coordenadores serão o pessoal da CONEP ou próximos.

Saúde:

– Responsável por saúde Carlos (UNIFESP) e indicativo de Gabriel e Amanda (UFG).

 

Divulgação:

COREP-SP fica com o sul e sudeste.

Larissa e Gabriel (UFG) ficam com Goiás.

CAPsicoUECE com o N/No

CAPsi UFGD responsável por Mato Grosso do Sul.

CAPsi UFMT – Mato Grosso e Norte.

Programação ENEP

Sábado (03/08) Domingo (04/08) Segunda (05/08)
Sem café da manhã 7h30 até 8h30 – Café da manhã 7h30 até 8h30 – Café da manhã
manhã 9h até 12h – Recepção credenciamento (a definir possibilidade) 9h – Jogos Comunitários 9h até 11h – Apresentação de trabalhos
Sem almoço 11h até 13h – Almoço (pacote, não RU) 11h até 13h – Almoço
11h até 12h – Reunião do Multirão (Indicativo) 11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo) 11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo)
tarde 13h até 19h – Recepção/credenciamento 14h até 17h – Mesa Abertura: Hist. MEPSI 14h até 17h – Mesa Tema do Encontro
17h30 até 18h30 – Janta (pacote, não RU) 17h até 19h – Janta (pacote, não RU) 17h até 19h – Janta
noite 19h até 21h – Plenária inicial/reunião mutirão 19h30 até 21h30 – GD’s -construindo C.A.’s, CONEP, articulação regional, outras entidades da Psicologia 19h30 até 21h30 – GD’s- LAM, Higienização social, Proibicionismo, Saúde, Ocupação/desocupação 20h30 Teatro Oprimido
21h30 até 22h30 – Reunião Aberta Comorg 22h até 23h – Reunião Aberta Comorg 22h até 23h – Reunião Aberta Comorg
cultural 22h30 até 3h – Sarau 23h até 5h – Festa Agostina 23h até 5h – Rock & Black
Terça (06/08) Quarta (07/08)
7h30 até 8h30 – Café da manhã 7h30 até 8h30 – Café da manhã
manhã 9h até 11h – Apresentação de trabalhos 8h30 até 11h30 – Mesa: Opressões
11h até 13h – Almoço 11h até 13h – Almoço
11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo) 11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo)
tarde 14h até 18h – Núcleo Vivências – ELO 14h até 15h30 – Negros e Negras – 15h30 até 17h – LGBTT
17h até 19h – Janta 17h até 19h – Janta
noite 19h30 até 21h30 – Cine Psi – socialização do NV’s 19h30 até 20h – Intervenção artísitica – 20h até 21h30 – Mulheres
22h até 23h – Reunião Aberta Comorg 22h até 23h – Reunião Aberta Comorg
cultural 23h até 3h – Apresentação das regiões 23h até 5h – TransENEP
Quinta (08/08) Sexta (09/08) Sábado (10/08)
7h30 até 8h30 – Café da manhã 7h30 até 8h30 – Café da manhã
manhã LIVRE 9h até 11h – Plenária Final Confraternização
11h até 13h – Almoço 11h até 13h – Almoço
11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo) 11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo)
tarde LIVRE 14h até 17h – Plenária Final Despedidas
17h até 19h – Janta 17h até 19h – Janta
noite 19h30 até 21h30 – Avaliação e pré-plenária 19h30 até 22h – Plenária Final
22h até 23h – Reunião Aberta Comorg
cultural 23h até 3h – Festa Fantasia
  1. 3.      PRÉ-ENEPS

 

Carlos: Na unifesp ano passado foi realizado o pré-enep e é interessante tentarmos fazer o pré-enep na universidade que atuamos, porém aberto para as universidades da região.

Kelly: Na UECE está se pensando em fazer pré-eneps periódicos, tanto na UECE quanto na UFC. É pensada a passa em outras cidades que também existe o curso de psicologia.

Nayara: Encaminhar a construção de pequenos textos sobre o que é o pré-enep para blog do ENEP.

Encaminhamentos:

Realização de pequenos textos para auxiliar os pré-eneps.

Thiago (PUC-SP) fazer o texto de antiproibicionismo.

Kelly (UECE) fazer megaeventos.

CAPsi (UFMT) fazer o de comunidades terapêuticas, internação compulsória e maioridade penal.

Larissa (UFG) fazer o texto sobre ocupações e criminalização dos movimentos sociais.

Nayara (UFMT) ficou com privatização da saúde.

– Prazo de entrega para os textos dia 15 de junho de 2013 (Sábado).

  1. 4.      ORGANIZATIVO CONEP

REVISÃO DOS ENCAMINHAMENTOS DO CONEPSI SÃO PAULO

Reivindicar uso da mídia do CFP pelo ME, inclusive para fazer denúncia da repressão que estudantes sofrem para formar um CA.

Solicitar um espaço de comunicação para divulgação e denúncia de atos que os estudantes sofrem na militância-construção de CA’s.

ENCAMINHAMENTO – Texto para solicitar o posicionamento frente à dificuldade que algumas escolas estão sofrendo na construção de CA’s. (Carlos UNIFESP).

 

Tirar a cartilha sobre formação do CA do blog imediatamente, reformulá-la, rever a questão da lei que não existe e olhar na constituição sobre auto-organização e sindicatos – Stephanie vai tirar a cartilha do ar e apagar a lei e o COREP-SP vai reorganiza-la até o dia 17/03

ENCAMINHAMENTO – falar com a Stephanie, Nayara fica responsável por ver isso.

 

Articulação sobre a luta Anti manicomial – UFMT ( Henrique, Nayara e Naiana)

REPASSES – mapear as escolas que estão fazendo algo e criar algum acúmulo e intervenção em nível nacional.

ENCAMINHAMENTO – Construir algum material mais sistematizado com o acúmulo referente às lutas regionais (tipo jornal) – (Naiana e Henrique)

Articulação sobre ato médico – Thiago (PUC-SP)

REPASSES – participação da CONEP em uma formação conjunta com a DENEM (texto sobre isso no blog da CONEP)

ENCAMINHAMENTO – Atualização sobre as questões do Ato Médico (Nayara)

Realizar um ELO sobre o assunto no ENEP.

Publicar texto sobre formação da DENEM no blog da CONEP (Henrique).

 

Articulação sobre privatização saúde/ EBSERH – Karina (UFG)

REPASSES – teve mobilização local, mas não teve articulação nacional. Aconteceram algumas coisas em conjunto com os CA’s de Medicina e Nutrição. EBSERH Goiânia – pauta do CONSUNI.

Carlos encaminhou cartilha que a EXNEF e CONEP assinaram sobre a EBSERH.

ENCAMINHAMENTO – utilizar cartilha em espaços de formação que está no e-mail da CONEP e blog (versão antiga).

– colocar cartilha atualizada no blog (Henrique).

– Movimentação CONEP – utilizar a cartilha para fazer formação e mobilização nas universidades.

– ELO ENEP (Henrique)

 

Contato com regionais e centros acadêmicos de outros estados para conversar sobre suas atividades e a CONEP: N/NE – Catiana. Goiás – CAPsi UFG. ES – CALPsi. Curitiba – Thiago. UEM – Luan

REPASSES – Debates que estão sendo inseridos nos encontros regionais tem haver com o que a CONEP está fazendo.

Pensar se é possível viabilizar ida de representantes da CONEP  em lugares onde se proponha algum espaço de formação, levando material, estando presente nas construções presenciais.

Henrique – propõe tocar essa pauta juntamente com o levantamento de escolas que foi tirado como tarefa até o ENEP.

KELLY – informe sobre o EREP N-NE, 25 a 29 de outubro. Kelly se propõe a fazer intervenção enquanto CONEP. Espaços de apresentação CONEP e COEREP juntos.

Encaminhamento – tentativa de intervir não só com materiais, mas movimentar pessoas para intervir presencialmente em organizações onde a CONEP não esteja inserida.

 

Mudar o nome da ficha de Filiação para Cadastro

ENCAMINHAMENTO – Link rápido para cadastro no blog, pois pelo blog está difícil o acesso. No blog cadastro no lugar de filiação. Naiana revisa o formulário e Henrique e Karina responsáveis pelo blog.

Karina e Douglas se dispõem a auxiliar Henrique na comunicação.

 

Thiago e Yuri farão uma carta ao CFP/FENPB pedindo apoio para construções de centros acadêmicos (até o dia 03/03)

ENCAMINHAMENTO – Carlos dará continuidade.

 

Levantar materias sobre sexualidade e gênero e divulgá-los no blog da CONEP –

Encaminhamento – Carlos já tem os materiais, vai encaminhar pra lista pra ser divulgado no blog.

Terminar carta sobre São Camilo para buscar apoio de entidades- José Fernando e Carol

Thiago responsável por buscar apoio de entidades. Carta já está pronta.

Durante o encontro regional o COREP-SP fará discussão sobre licenciatura e organizará material sobre o tema.

Não aconteceu o encontro.

Encaminhamento: Se o encontro ocorrer, será realizado o encaminhamento.

Realização de um ELO no ENEP.

Pedir materiais sobre psicologia no ensino médio para o CFP – Daniel.

Perguntar a Daniel (Carlos).

Zé Fernando pedirá dinheiro para a ABEP para as passagens para irmos como convidados ao Encontro da ABEP.

REPASSES:

O encontro é em outubro.

Boicote ao ENADE – o encontro está querendo pautar essa discussão.

ENCAMINHAMENTO – Thiago fica responsável por falar com o Zé Fernando.

 

Fazer calendário de congressos e atividades relacionados à psicologia

Encaminhamento – proposta de calendário de eventos nacionais que corroborem com as pautas e lutas que a CONEP toca.

Novo logo da CONEP – Carla

Encaminhamento:

Concurso da logo – CONEP (prêmio – kit com camiseta e botóns, uma garrafa de pinga típica, uma caneca)

Texto explicativo dos eixos da logo (texto introdutório CONEP como base – histórico do MEPsi, símbolo psi, cor predominante (roxo), não ter caráter comercial, dialogar com movimentos sociais, ser simples, – Maria.

Convidar os CA’s a auxiliar na construção.

Votação na plenária final.

-Fomentar o debate sobre o crack e as cracolâncias;

Repasses: THIAGO vai esquematizar as atividades relacionadas ao tema feitas por SP e encaminhar pra lista da CONEP.

– Fomentar o debate sobre o voluntariado para atuar nos megaeventos (UNE);

Revisado: colocar a questão da meia entrada.

Nota CAPsi UFG  vai ser repassada pra CONEP.

Fala do Henrique no ENEP tem que contemplar meia-entrada. Juventude, movimento estudantil, saúde e megaeventos.

-Articulação com os Fóruns Populares de Saúde.

SP, Baixada Santista e Campinas fazem.

REPASSE FINANCEIRO

COREP-SP emprestou dinheiro pra CONEP pra fazer camisetas.

Botóns – conta Carlos.

Camisetas – conta Stephanie

ENCAMINHAMENTOS:

Carlos fica responsável por falar com Stephanie pra ver qual é a dívida da CONEP e quanto temos em caixa.

Planilha no docs e deixa na lista de e-mail pra consulta – Carlos.

Se possível, a CONEP vai trazer camisetas e botóns para vender no ENEP.

 

 

INTERVENÇÃO CONEP NAS PRÓXIMAS MOBILIZAÇÕES ATÉ O ENEP

– Marcha das vadias (MT e GO)

Após a marcha, formação de um texto em conjunto com o CAs da UFMT e UFG

– Marcha da maconha (SP)

– Internação compulsória

Encaminhamentos:

Construir, legitimar e ocupar os espaços de luta, escrever sobre isso em uma reflexão que legitime conjunto estudantil de psicologia a promover e intervir nesses espaços.

Estratégia para conseguir obter repasses da construção dos pré-eneps.

As pessoas que ficarem de referencia na região ficarão responsáveis pelo contato com outras escolas para realização dos pré-eneps.

As reuniões virtuais serão realizadas todo penúltimo domingo do mês, utilizando o mecanismo do Skype. 16h de Brasília.

 

Ata do CONEPsi Goiânia, realizado em 30 e 31 de maio de 2013, na Universidade Federal de Goiás (UFG)

 

 

 

PROGRAMAÇÃO

30 de maio                                                              

Manhã – Apresentação do Movimento Estudantil de Psicologia (p. 1)

Tarde – Organizativo do Encontro Nacional (ENEP) (p. 4)

Noite – Organizativo do Encontro Nacional (ENEP)

 

31 de maio

Manhã – Organizativo do Encontro Nacional (ENEP)

Tarde – Pré-ENEPs / Organizativo CONEP (p. 12)

Noite – Organizativo (CONEP) (p. 13)

 

 

 

Estiveram presentes nas discussões e deliberações representantes das seguintes universidades:

Universidade Federal de Goiás (UFG, escola sede)

Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) [COREP-SP]

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) [COREP-SP]

Universidade Estadual do Ceará (UECE)

Universidade Federal de Grande Dourados (UFGD)

 

 

APROVADA NOTA DE REPÚDIO CONTRA A AÇÃO POLICIAL QUE REPRIMIU BRUTALMENTE A MANIFESTAÇÃO CONTRA O AUMENTO DA PASSAGEM DE ÔNIBUS DE GOIÂNIA EM 28 DE MAIO DE 2013.

 

 

  1. 1.      APRESENTAÇÃO DO MOVIMENTO ESTUDANTIL DE PSICOLOGIA

 

HISTÓRICO DA CONEP

– A partir do ENEP Pará começou um período de recesso na CONEP, começou o crescimentode regionais que não compunham organicamente a executiva nacional. Algumas regionais não possuem o objetivo de formulação política, se limitando a organizar encontros, diferentemente da CONEP que se propõe a tocar pautas ao longo do ano.

– A organização do ENEP SP foi bem problemática, foi construídabasicamente por duas pessoas. A decisão de levar o ENEP para São Paulo já demonstrava alguns problemas.

– As pessoas que agitaram para levar o ENEP pra Cuiabá não ajudaram a construir o encontro.

– A CONEP decide suas pautas e políticas na plenária final do ENEP, assim como seu novo coletivo gestor.

– Poucas pessoas da organização do ENEP Cuiabá viam o evento como político, o resto estava concentrado em festas.

– A CONEP não tem contato com regiões como Minas Gerais, o Norte, partes do Nordeste, Paraná, Rio Grande do Sul.

– Rio de Janeiro e Paraná já foram articulados com a CONEP, mas hoje estão distantes.

– CONEP se propõe a fazer uma articulação nacional do MEPSI.

– Tema do ENEP: Psicologia na atual constituição do espaço brasileiro. A farsa dos Megaeventos enquanto algo positivo para a população do país, o evento só traz benefício para pequenos grupos de empresários. Os megaeventos possuem relação diretacom as novas leis de internação compulsórias. Em Cuiabá ocorremviolações de direitos humanos, com programas de higienização social destinados à especulação imobiliária.

– É necessário ter um movimento estudantil forte para articular as pautas específicas da psicologia.

– A regional N/NE possui uma diferente visão de organização estudantil, que resultou no distanciamento com a CONEP.

– O ENEP Belém aconteceu com o propósito de unir o regional e a CONEP e o afastamento da CONEP da organização acabou afastando ainda mais o regional da executiva nacional. A plenária inicial já foi caótica.

 

RELATOS DAS ESCOLAS

UFC: Kelly: No Ceará fizeram uma recepção com os calouros em que apresentaram a CONEP, ENEP. Pretendem fazer pré-ENEP, mas por conta da votação da CONUNE não foi possível ainda. A federal do Ceará não tem CA e tem só o Roosevelt. Há mais interesse dos alunos das particulares do que das universidades. Foi mandado ofício para pedir um ônibus pela UECE e da UFC. Na UECE faltam 354 professores, lá a maioria dos professores são substitutos. Na UFC há um grupo tentando reviver o CA.

UFG: Gabriel: O ENEP está quase encaminhado, está faltando mesmo a estrutura do cultural. O próprio CA, que está organizando o evento, não tem muito contato com a CONEP.  O problema mesmo é a falta de gente.

Karina: A organização do evento está restrita a UFG, há uma dificuldade em articular CONEP e a sede.

Rodolfo: Acha que o CA está bem articulado com os outro cursos de psicologia. Gabriel: Há até um bom número de pessoas participando do CA, mas são as mesma pessoas que estão fazendo várias outras coisas.

– Douglas: Dúvidas se o CA está dialogando certo com as pessoas da psicologia, com as pessoas que gostam de festas, com as pessoas evangélicas. Talvez o esvaziamento dos calouros se dê a uma não linguagem correta com eles e deve ser visto mesmo se essa é a linguagem que queremos falar.

UFMT: Naiana: Em Cuiabá foi a gestão do CA que puxou o ENEP. A principio, na organização do ENEP, as reuniões eram lotadas, havia mais de 30 pessoas, inclusive de outras universidades. O que ajudou na organização do ENEP Cuiabá foi a greve. A UFG está muito adiantada em comparação a UFMT na organização do ENEP. Conseguiram se aproximar do pessoal das particulares, inclusive fizermos uma regional chamada PSICU, mas após o ENEP o contato foi perdido. A atual gestão assumiu em março durante uma ocupação de reitoria na UFMT. Uma das maiores preocupações atuais é o currículo. O curso começou pelo REUNI, não tem SPA, não tinha área de estágio até semestre passado, vai ter alteração no currículo devido a inserção de licenciatura. Os professores chamam os alunos para participar das discussões do currículo só para legitimas as mudanças que fazem. A atual gestão é composta por 11 pessoas. As reuniões estão sendo esvaziadas. Na semana dos calouros não conseguiram se organizar para falar sobre ME. Lá os veteranos que articulam a semana dos calouros, o CA tem pouco espaço.

Calouros: o trote foi bom, serviu para entrosar as pessoas, mas ao mesmo tempo separou a turma, pois já deu para notar o tipo de cada um. O trote foi divertido, os calouros receberam apelidos, mas nada abusivo. Fizeram uma gincana dentro da universidade que possibilitou os calouros a conhecerem a universidade.  Talvez se tivesse tido a semana dos calouros com apresentação do ME mais calouros teriam ido. Os alunos se sentiram acolhidos.

RELATO DA EXPERIÊNCIA DA ÚLTIMA SEDE (CUIABÁ)

Em Cuiabá tinha dois grupos de pessoas, a majoritária que tinha interesse em festas e o resto que buscava as outras atividades no ENEP. O pessoal da finança era o mesmo que o das festas e a estrutura ficou sem dinheiro. Um mês antes do evento eles tinham organizado de fazer o ENEP numa escola sem contatar o resto da organização. Semanas antes do evento foi cedido o espaço da UFMT. Não foi gasto dinheiro com a estrutura efoi apenas um palestrante. Gastaram 20 mil nas festas, sem qualquer necessidade. As atividades culturais tem que ter todos os dias, mas não devem ser necessariamente festas. No CONEPsiCuiabá, antes do ENEP, rolou muita discussão da comissão organizadora. O ENEP em Cuiabá já foi problemático, tendo um enfoque político bem menor ao de São Paulo. As festas e as mesas não dialogaram e temos que pensar em como integrar esses espaços. Tinha combinado um local para fazer as alimentações, mas próximo ao evento trocaram.  Fizemos barzinhos antes do ENEP para conseguir dinheiro. Não teve controle efetivo da alimentação. O COREP-SP e a CONEP foramos responsáveis pela politização do encontro. Há que se discutir a articulação do dia e da noite, como as pessoas aproveitarem esses dois espaços.

  1. 2.      ORGANIZATIVO DO ENCONTRO NACIONAL (ENEP)

 

O que dá mais preocupação é alimentação. Está resolvido, mas envolverá muita grana. Será no restaurante universitário. Os estudantes das federais pagam R$ 3,00, mas os que são de outras IES pagariam mais caro. O pacote de alimentação será o mesmo para todos, mas teremos que cobrir essa diferença no RU. No sábado a noite e no domingo não tem RU, veremos um restaurante para servir as refeições nesses dias. Por dia cobramos 4 reais, no total o pacote será 65 reais. Teremos que passar os nomes até 15 dias antes do evento. Podemos tentar passar duas listas, uma 15 dias antes e outra 5 dias.

Estamos nessas comissões: Segurança, Limpeza, Alimentação, Recepção, Estrutural. E mais a científica. A comissão de recepção (Karina e Eduardo) irá repassar as infos quanto as regras do espaço e do encontro. A comissão de alimentação (Larissa e Amanda). A comissão de estrutura (Gabriel). Segurança (Letícia) terá que contratar seguranças da festa, a depender do número de inscrição. Limpeza (Douglas), como tem muitos macacos a limpeza terá que ser bem feita. Extra para o banheiro, depois dos shows.

Terá uma estrutura montada de banheiros químicos e para banho.

Poderá usar o espaço do cinema.

O alojamento ficou em um lugar só.

Começamos com uma organização bem inflada e hoje estamos em um grupo de 10 pessoas.

Não vai poder ter camping. Cabem 440 pessoas nos espaços que já temos e tem mais a possibilidade de salas.

A programação cultural vai ter que ser barata. Os temas já foram decididos. Sarau, Festa Junina, Rock, Festa Black, TRANSENEP, Dia livre (coloca sua playlist).

Os nomes estão confirmados para as mesas. A mesa tema do ENEP terá um do fórum popular da copa de Brasília e um professor da UNIFESP. A de opressões: Beth Fernandes, Fernando Lacerda e Silva Bento foi convidada mas não houve retorno. Histórico do ENEP: Domenico e o Danilo a confirmar.

O maior espaço para a mesa de abertura que temos até agora dá para 250 membros.

Monitoria. Os monitores trabalharão nas salas onde terão apresentação. É interessante ter muitas pessoas. Pensamos também nos monitores para aqueles que não podem pagar as inscrições. Quantidade e como será.

NV’s também precisam ser discutidos.

Larissa e Daviane da UFG e mais algumas pessoas de fora para a comissão cientifica.

O KIT terá bolsa, bloco, caneta, pulseira, crachá, camisinha, caderno de programação. E possibilidade de ter batom de cacau.

O CFP deu 5000 reais. E estamos tentando outros benefícios. Plano A som e B café da manhã.

– Alimentação: continuar discussão na lista de email e procurar mais informações.

– Monitoria: GDs (1), Mesa (2), Apresentação de trabalho (?), Cine Psi (2), Credenciamento (?), Bar (?)

.critérios: contemplar a galera que está sem grana.

.formulário já na inscrição informando as atividades da monitoria.

.mais ou menos 25 monitores.

.isenção e certificado.

.camiseta de monitor

– Mutirões: Limpeza, Acorda, Festa, chamada para os espaços, café da manhã.

.10 mutirões, 20 coordenadores. Cada sala um mutirão.

.Diminuição da taxa

– Relatoria

.GDs e Plenária Final (CONEP): relatar só as propostas.

.Mesas (CONEP): relatoria qualificada.

– Programação: Mesas, GDs, cultural, vivencia.

Plenária Inicial

Encaminhamento: Redigir um documento de Regimento Interno do encontro em todas as plenárias iniciais do ENEP.

 

Cultural

Encaminhamento: Deixar cartazes para as pessoas nas festas expressarem suas ideias, sentimentos / mural de poesia/ Projeção de vídeos nas festas.

 

Cultural – Sarau

Encaminhamento: Palco livre

 

Jogos Comunitários

_Thiago: deixar na programação apenas se realmente for acontecer, senão ser honesto com as pessoas e deixar a manhã de domingo livre. Relato de experiência do ENEP-Pará, onde tinha um monitor com os materiais esportivos.

_Nayara: proposta de alguma gincana ou jogos sedentários (xadrez, damas…)

_Henrique: preciso pensar estrutura.

_Douglas: é preciso pensar na interação proporcionada pelos jogos. Deixar os materiais esportivos à disposição para alguma prática.

_Karina: monitor para cuidar da organização das gincanas.

Encaminhamento: pensar em gincanas, monitor responsável, apresentação da bateria Neurótica da Psicologia-UFG, “esqui bunda”, guerra de balão de água.

 

Mesa 1: História do MEPsi

*Domenico Hur, Carlos (CONEP), Danilo Oliveira (Gyn)

GD’s

_GD Construindo C.A.

#CAPsi – UFMT

#CAPsi – UFG

#José Fernandes – São Camilo

_GD CONEP

#Nayara – UFMT

_GD Articulação Regional

#COEREP N/NE

#COREP SP

_GD Outras Entidades Psi

#José Fernando

Cultural – Festa Junina

_Douglas: festa temática – ter sonorização temática / as comidas e bebidas típicas ficarão por conta das comissões de formatura das turmas do curso de Psicologia-UFG

_Maria: plano B – se as comissões não derem certo, avisar à CONEP a possiblidade de pessoas que tiverem interessadas em colocar comidas e bebidas típicas na festa junina.

Apresentação de Trabalhos

Encaminhamento: Solicitar suporte e data-show /Banners: colocar perto da onde serve o café da manhã – verificar a qtd de inscrições de trabalhos, para depois decidir se ficará um dia banner e outro dia apresentação oral.

Mesa 2: Psicologia e a Atual Constituição do Espaço Brasileiro: Megaeventos, Saúde e Repressão

*Henrique – UFMT; Prof. da Unifesp; Fórum Popular da Copa

GD’s

_GD LAM

#Gabriel – UFG; Cláudio – UFG – a confirmar

_GD Higienização Social

#Douglas – UFG

_GD AntiProibicionismo

#Thiago – PUC-SP

_GD Saúde (privatização da saúde)

#Arthur Dunck – UFG

_GD Ocupação/Desocupação Urbana no contexto da COPA

#Dick – PUCCAMP; Larissa Moreira – UFG

Teatro dos Oprimidos

Encaminhamento: Informar as possibilidades de apresentação no contexto do ENEP.

Cultural – Rock

Encaminhamento: Convidar bandas de rock

Núcleo de Vivências

Encaminhamento: Visitas a locais além da Universidade e depois discussões / Espaço de compartilhamento das convivências / Entrar em contato com CRP para solicitar transportes para levar os Enepianos até os espaços de vivências.

CINEPSI

Thiago: (Proposta) Ir atrás de documentários que tenham a ver com o tema, para posteriormente realizar uma discussão. Plano B

Carlos: Colocar um papel craft para fazer com que as pessoas votem os filmes que serão passados durante à noite, indicação.

Nayara: Intervenção nas festas (colocar o craft do cine psi durante a festa de rock). Projeções nas festas, ter algo diferente em cada uma. Terá alguém facilitando a discussão dos filmes?

O Cine foi solicitado em alguns períodos, durante os dias do ENEP.

Henrique: Cinema auto-organizado, sendo que a pessoa que se propôs a passar o filme, disponibilize-se para realizar os debates (Cine debate, auto-organizado). Sendo essa auto-organização acontecendo em alguns momentos, e o resto programado pela CONEP.

Karina: Temos que ter muito cuidado com o espaço do cinema, pois é a menina dos olhos da faculdade. Então, acho que alguém da organização deveria ficar no espaço enquanto as atividades ocorrerem.

 

ESPAÇOS DE LIVRO ORGANIZAÇÃO (ELO)

Carlos: Pegar o texto do último blog do enep para explicar o que seja este espaço.

Nayara: Fazer um mural, cartazes para as pessoas escreverem as atividades que estão se propondo, e para que todos possam ver.

Carlos: Pensar, enquanto CONEP, a fim de propormos algum ELO, com temas que não estão contemplados pela programação.

 

CULTURAIS

Henrique: Temos que pensar nesses espaços das festas, pois no enep passado foi muito cansativo a realização de festas todo dia, e como não será o caso desseenep, não teremos equipes divididas para esses períodos, temos então que pensar como será isso.

Nayara: Venderemos bebidas e deixaremos o som até que horas?

Douglas: Deixar o som até às 3h da manhã, e parar de vender as bebidas às 4h. (Até esse horário teremos a responsabilidade de manter esse ambiente).

Às 21h, a entrada “seletiva” (Controle de entrada dos participantes – duas entradas).

Thiago: De que tipo serão as festas do ENEP? Porque não precisa ser tão cansativo quanto o enep Cuiabá. Caso, não tenha festas todos os dias, tendo a achar que a galera não vai receber muito bem a proposta. E a questão do horário, podemos levar como proposta para o regimento a ser votado na plenária inicial. Dá pra segurar festas todos os dias se pensarmos como ela será feito, intensidade…

Carlos: Pensar em pontos para o regimento interno do ENEP.

Maria: entre duas festas grandes (Junina e Transenep), ter um espaço, mas não é não ter nada, podemos vender bebidas e deixar o palco livre, como se fosse um sarau.

Douglas: Precisaremos de 5 pessoas (turnos de 2 horas), e para o sarau e a variada (mais tranquilos) precisaríamos de 3 pessoas. Para a variada ter alguém no PC para organizar as playlist’s.

Tirar alguma festa (segunda ou terça), repensar o formato da festa, mais leve enquanto sarau, ou mais leve, enquanto variada.

Proposta: substituir por uma Variada Regional (cada região apresenta algo típico de sua cultura).

Não controlar a entrada no sarau. (proposta)

Maria: temos que pensar qual estrutura de festa terá festas tipo sarau ou aquelas que tiveram no enep passado. Acho que precisaremos de mais pessoas no bar.

Mudar o dia da festa Black, colocar para a quinta talvez, e trazer a Variada para a terça.

Nayara: Dias tranquilos Sábado (primeiro dia), Quinta (sexto dia)

Transenep na quarta, Rock na segunda (CONSENSO)

Karina: Estou em conflito, pois acho que as 4 temáticas de festas são essenciais.

A única coisa que vislumbrei foi trocar o dia da variada com o dia do Black, e no dia do Black deixar o som até às 3h da manhã.

Carlos: Terça (Fazer uma festa Rock/Black)

Quarta: apresentações regionais (das delegações), com músicas regionais.

E no sexto dia realizar a variada (com músicas play list)

Douglas: Sobre o horário de bebidas (vender até às 3h da manhã), e só na festa Trans ultrapassar esse horário.

Maria: Temos que contemplar o público que vai para as festas, então nas maiores festas poderíamos vender até às 5h da manhã.

Três Grandes Festas (segundo dia: festa Agustina, terceiro dia: Rock/Black, quinto dia: Trans).

Henrique: Escolher responsáveis por coordenar o trabalho dos mutirões nas festas, e, além disso, terão os monitores para ajudar, e a galera da organização.

OPRESSÕES

Nayara – Proposta – Construir um GT geral, com delimitações de espaços de debate (Mulheres, Negras e Negros, LGBT, Racismo)

Carlos – * Como facilitar esse espaço? Qual a metodologia?

Douglas – Proposta – trazer os coletivos aqui de Goiânia, auto-organizados, para participarem dos espaços do GTs durante o ENEP.

ENCAMINHAMENTO:

Primeiro – Espaço auto-organizado de Negras e Negros (Tarde) – Paralelamente GT sobre Racismo (discutir o que é um espaço auto-organizado)

Segundo – Espaço auto-organizado LGBT (Tarde) – Paralelamente GT sobre Homofobia (discutir o que é um espaço auto-organizado)

Terceiro – Espaço auto-organizado de Mulheres (Noite) – Paralelamente GT sobre Machismo (discutir o que é um espaço auto-organizado).

MUTIRÃO

Houve uma confusão na relatoria passada e o que foi deliberado como mutirão não foi consenso.

Douglas: É melhor se por sala o mutirão, pois facilita a organização do mutirão. É interessante não ser por sala, mas existe a possibilidade de não darmos conta de fazermos funcionar.

Maria: Apesar disso teve muitas vantagens o mutirão ser por sorteio, por acabar misturando as pessoas de diversas escolas. As gincanas serão realizadas no segundo dia para agregar as pessoas do mutirão. Os coordenadores não vão pagar e serão próximos a organização do ENEP.

Janaina: Como vai ser perto vai facilitar a comunicação do mutirão. E cada mutirão ter cada um uma cor.

Tiago: Cada mutirão deve ter um integrante da CONEP inserido. Pois a maioria das pessoas tem a ideia de um encontro em que foi pago todos os serviços do evento, como limpeza. A CONEP deve trazer o debate de auto-organização dos estudantes e a forma de mutirão. Tem que ter integrantes da conep para fazer o debate e convenceros estudantes a realizar as tarefas que mantêm o evento. Deixar as pessoas escolherem o mutirão que elas podem entrar.

Nayara: A questão de convencimento político foi levantada no ENEP Cuiabá de misturar pessoas que fossem criativas em fazer as chamadas de forma mais amigável.

Carlos: Deve haver um convite para as pessoas a pensar em outra forma de evento pelo mutirão, e não de forma impositiva. A questão de responsáveis por sala não precisa ter haver com os mutirões.

SAÚDE

Larissa: O Campus 2 é um lugar afastado do centro da cidade e não se sabe se há hospitais ou policlínicas próximos. O conselho da direção da UFG aconselhou o SAMU.

Carlos: É importante vermos os hospitais mais próximos do encontro, mas o ideal é o SAMU, pois se levarmos as pessoas nos carros será nossa responsabilidade. A comissão de saúde vai verificar os casos e acompanhar as pessoas até o hospital.

Nayara: A sala de organização do ENEP deve ter kit de saúde em caso de emergência, enquanto não houver o socorro especializado.

Maria: Podiam pensar em uma pessoa mais especializada nas questões de saúde.

Douglas: Por experiência no ENUDs a gente pode pensar no mutirão.
Larissa: Outra questão é a disponibilidade de medicamentos, a reitoria informou para não haver nenhum tipo de distribuição.

DIVULGAÇÃO

Nayara: A gente montou a questão de pessoas referências, que entravamos em contato para vermos a ida ao ENEP. Temos contato com estudantes de muitos Estados e tão importante quanto a comunicação virtual é entramos em contato diretamente com esse contatos.

Karina: Essa tarefa ficar com o pessoal da CONEP que não está em Goiânia.

Nayara: Ter uma pessoa de Goiás auxiliando no contato com essas escolas.

Letícia: Vai ficar o nome da Karina e do Eduardo (UFG) que vão recepcionar as pessoas que estão chegando.

Karina: A gente podia tirar aqui as regiões que podemos mapear e as pessoas que ficarão encarregadas.

 

ENCAMINHAMENTOS

Cinepsi:

– A CONEP garantir esse espaço, garantindo também a auto-organização. (Colocar no blog para a realização de divulgação, instrumento disponível também para a realização de ELO’s, mediante a presença de alguém da organização no espaço). Thiago (PUC-SP)

ELOs:

– Pegar o texto do último blog do enep para explicar o que são ELOs. Carlos (UNIFESP)

– A CONEP vai garantir esse mural para os ELOs.

– A CONEP ficará responsável por impulsionar alguns ELOs.

Mutirões

– Na hora do credenciamento a pessoas poderá escolher seu mutirão, com um limite de pessoas por mutirão.

– Cada mutirão terá uma cor.

– Os coordenadores serão o pessoal da CONEP ou próximos.

Saúde:

– Responsável por saúde Carlos (UNIFESP) e indicativo de Gabriel e Amanda (UFG).

 

Divulgação:

COREP-SP fica com o sul e sudeste.

Larissa e Gabriel (UFG) ficam com Goiás.

CAPsicoUECE com o N/No

CAPsi UFGD responsável por Mato Grosso do Sul.

CAPsi UFMT – Mato Grosso e Norte.

Programação ENEP

Sábado (03/08) Domingo (04/08) Segunda (05/08)
Sem café da manhã 7h30 até 8h30 – Café da manhã 7h30 até 8h30 – Café da manhã
manhã 9h até 12h – Recepção credenciamento (a definir possibilidade) 9h – Jogos Comunitários 9h até 11h – Apresentação de trabalhos
Sem almoço 11h até 13h – Almoço (pacote, não RU) 11h até 13h – Almoço
11h até 12h – Reunião do Multirão (Indicativo) 11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo) 11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo)
tarde 13h até 19h – Recepção/credenciamento 14h até 17h – Mesa Abertura: Hist. MEPSI 14h até 17h – Mesa Tema do Encontro
17h30 até 18h30 – Janta (pacote, não RU) 17h até 19h – Janta (pacote, não RU) 17h até 19h – Janta
noite 19h até 21h – Plenária inicial/reunião mutirão 19h30 até 21h30 – GD’s -construindo C.A.’s, CONEP, articulação regional, outras entidades da Psicologia 19h30 até 21h30 – GD’s- LAM, Higienização social, Proibicionismo, Saúde, Ocupação/desocupação 20h30 Teatro Oprimido
21h30 até 22h30 – Reunião Aberta Comorg 22h até 23h – Reunião Aberta Comorg 22h até 23h – Reunião Aberta Comorg
cultural 22h30 até 3h – Sarau 23h até 5h – Festa Agostina 23h até 5h – Rock & Black
Terça (06/08) Quarta (07/08)
7h30 até 8h30 – Café da manhã 7h30 até 8h30 – Café da manhã
manhã 9h até 11h – Apresentação de trabalhos 8h30 até 11h30 – Mesa: Opressões
11h até 13h – Almoço 11h até 13h – Almoço
11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo) 11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo)
tarde 14h até 18h – Núcleo Vivências – ELO 14h até 15h30 – Negros e Negras – 15h30 até 17h – LGBTT
17h até 19h – Janta 17h até 19h – Janta
noite 19h30 até 21h30 – Cine Psi – socialização do NV’s 19h30 até 20h – Intervenção artísitica – 20h até 21h30 – Mulheres
22h até 23h – Reunião Aberta Comorg 22h até 23h – Reunião Aberta Comorg
cultural 23h até 3h – Apresentação das regiões 23h até 5h – TransENEP
Quinta (08/08) Sexta (09/08) Sábado (10/08)
7h30 até 8h30 – Café da manhã 7h30 até 8h30 – Café da manhã
manhã LIVRE 9h até 11h – Plenária Final Confraternização
11h até 13h – Almoço 11h até 13h – Almoço
11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo) 11h até 12h – Reunião do multirão (indicativo)
tarde LIVRE 14h até 17h – Plenária Final Despedidas
17h até 19h – Janta 17h até 19h – Janta
noite 19h30 até 21h30 – Avaliação e pré-plenária 19h30 até 22h – Plenária Final
22h até 23h – Reunião Aberta Comorg
cultural 23h até 3h – Festa Fantasia
  1. 3.      PRÉ-ENEPS

 

Carlos: Na unifesp ano passado foi realizado o pré-enep e é interessante tentarmos fazer o pré-enep na universidade que atuamos, porém aberto para as universidades da região.

Kelly: Na UECE está se pensando em fazer pré-eneps periódicos, tanto na UECE quanto na UFC. É pensada a passa em outras cidades que também existe o curso de psicologia.

Nayara: Encaminhar a construção de pequenos textos sobre o que é o pré-enep para blog do ENEP.

Encaminhamentos:

Realização de pequenos textos para auxiliar os pré-eneps.

Thiago (PUC-SP) fazer o texto de antiproibicionismo.

Kelly (UECE) fazer megaeventos.

CAPsi (UFMT) fazer o de comunidades terapêuticas, internação compulsória e maioridade penal.

Larissa (UFG) fazer o texto sobre ocupações e criminalização dos movimentos sociais.

Nayara (UFMT) ficou com privatização da saúde.

– Prazo de entrega para os textos dia 15 de junho de 2013 (Sábado).

  1. 4.      ORGANIZATIVO CONEP

REVISÃO DOS ENCAMINHAMENTOS DO CONEPSI SÃO PAULO

Reivindicar uso da mídia do CFP pelo ME, inclusive para fazer denúncia da repressão que estudantes sofrem para formar um CA.

Solicitar um espaço de comunicação para divulgação e denúncia de atos que os estudantes sofrem na militância-construção de CA’s.

ENCAMINHAMENTO – Texto para solicitar o posicionamento frente à dificuldade que algumas escolas estão sofrendo na construção de CA’s. (Carlos UNIFESP).

 

Tirar a cartilha sobre formação do CA do blog imediatamente, reformulá-la, rever a questão da lei que não existe e olhar na constituição sobre auto-organização e sindicatos – Stephanie vai tirar a cartilha do ar e apagar a lei e o COREP-SP vai reorganiza-la até o dia 17/03

ENCAMINHAMENTO – falar com a Stephanie, Nayara fica responsável por ver isso.

 

Articulação sobre a luta Anti manicomial – UFMT ( Henrique, Nayara e Naiana)

REPASSES – mapear as escolas que estão fazendo algo e criar algum acúmulo e intervenção em nível nacional.

ENCAMINHAMENTO – Construir algum material mais sistematizado com o acúmulo referente às lutas regionais (tipo jornal) – (Naiana e Henrique)

Articulação sobre ato médico – Thiago (PUC-SP)

REPASSES – participação da CONEP em uma formação conjunta com a DENEM (texto sobre isso no blog da CONEP)

ENCAMINHAMENTO – Atualização sobre as questões do Ato Médico (Nayara)

Realizar um ELO sobre o assunto no ENEP.

Publicar texto sobre formação da DENEM no blog da CONEP (Henrique).

 

Articulação sobre privatização saúde/ EBSERH – Karina (UFG)

REPASSES – teve mobilização local, mas não teve articulação nacional. Aconteceram algumas coisas em conjunto com os CA’s de Medicina e Nutrição. EBSERH Goiânia – pauta do CONSUNI.

Carlos encaminhou cartilha que a EXNEF e CONEP assinaram sobre a EBSERH.

ENCAMINHAMENTO – utilizar cartilha em espaços de formação que está no e-mail da CONEP e blog (versão antiga).

– colocar cartilha atualizada no blog (Henrique).

– Movimentação CONEP – utilizar a cartilha para fazer formação e mobilização nas universidades.

– ELO ENEP (Henrique)

 

Contato com regionais e centros acadêmicos de outros estados para conversar sobre suas atividades e a CONEP: N/NE – Catiana. Goiás – CAPsi UFG. ES – CALPsi. Curitiba – Thiago. UEM – Luan

REPASSES – Debates que estão sendo inseridos nos encontros regionais tem haver com o que a CONEP está fazendo.

Pensar se é possível viabilizar ida de representantes da CONEP  em lugares onde se proponha algum espaço de formação, levando material, estando presente nas construções presenciais.

Henrique – propõe tocar essa pauta juntamente com o levantamento de escolas que foi tirado como tarefa até o ENEP.

KELLY – informe sobre o EREP N-NE, 25 a 29 de outubro. Kelly se propõe a fazer intervenção enquanto CONEP. Espaços de apresentação CONEP e COEREP juntos.

Encaminhamento – tentativa de intervir não só com materiais, mas movimentar pessoas para intervir presencialmente em organizações onde a CONEP não esteja inserida.

 

Mudar o nome da ficha de Filiação para Cadastro

ENCAMINHAMENTO – Link rápido para cadastro no blog, pois pelo blog está difícil o acesso. No blog cadastro no lugar de filiação. Naiana revisa o formulário e Henrique e Karina responsáveis pelo blog.

Karina e Douglas se dispõem a auxiliar Henrique na comunicação.

 

Thiago e Yuri farão uma carta ao CFP/FENPB pedindo apoio para construções de centros acadêmicos (até o dia 03/03)

ENCAMINHAMENTO – Carlos dará continuidade.

 

Levantar materias sobre sexualidade e gênero e divulgá-los no blog da CONEP –

Encaminhamento – Carlos já tem os materiais, vai encaminhar pra lista pra ser divulgado no blog.

Terminar carta sobre São Camilo para buscar apoio de entidades- José Fernando e Carol

Thiago responsável por buscar apoio de entidades. Carta já está pronta.

Durante o encontro regional o COREP-SP fará discussão sobre licenciatura e organizará material sobre o tema.

Não aconteceu o encontro.

Encaminhamento: Se o encontro ocorrer, será realizado o encaminhamento.

Realização de um ELO no ENEP.

Pedir materiais sobre psicologia no ensino médio para o CFP – Daniel.

Perguntar a Daniel (Carlos).

Zé Fernando pedirá dinheiro para a ABEP para as passagens para irmos como convidados ao Encontro da ABEP.

REPASSES:

O encontro é em outubro.

Boicote ao ENADE – o encontro está querendo pautar essa discussão.

ENCAMINHAMENTO – Thiago fica responsável por falar com o Zé Fernando.

 

Fazer calendário de congressos e atividades relacionados à psicologia

Encaminhamento – proposta de calendário de eventos nacionais que corroborem com as pautas e lutas que a CONEP toca.

Novo logo da CONEP – Carla

Encaminhamento:

Concurso da logo – CONEP (prêmio – kit com camiseta e botóns, uma garrafa de pinga típica, uma caneca)

Texto explicativo dos eixos da logo (texto introdutório CONEP como base – histórico do MEPsi, símbolo psi, cor predominante (roxo), não ter caráter comercial, dialogar com movimentos sociais, ser simples, – Maria.

Convidar os CA’s a auxiliar na construção.

Votação na plenária final.

-Fomentar o debate sobre o crack e as cracolâncias;

Repasses: THIAGO vai esquematizar as atividades relacionadas ao tema feitas por SP e encaminhar pra lista da CONEP.

– Fomentar o debate sobre o voluntariado para atuar nos megaeventos (UNE);

Revisado: colocar a questão da meia entrada.

Nota CAPsi UFG  vai ser repassada pra CONEP.

Fala do Henrique no ENEP tem que contemplar meia-entrada. Juventude, movimento estudantil, saúde e megaeventos.

-Articulação com os Fóruns Populares de Saúde.

SP, Baixada Santista e Campinas fazem.

REPASSE FINANCEIRO

COREP-SP emprestou dinheiro pra CONEP pra fazer camisetas.

Botóns – conta Carlos.

Camisetas – conta Stephanie

ENCAMINHAMENTOS:

Carlos fica responsável por falar com Stephanie pra ver qual é a dívida da CONEP e quanto temos em caixa.

Planilha no docs e deixa na lista de e-mail pra consulta – Carlos.

Se possível, a CONEP vai trazer camisetas e botóns para vender no ENEP.

 

 

INTERVENÇÃO CONEP NAS PRÓXIMAS MOBILIZAÇÕES ATÉ O ENEP

– Marcha das vadias (MT e GO)

Após a marcha, formação de um texto em conjunto com o CAs da UFMT e UFG

– Marcha da maconha (SP)

– Internação compulsória

Encaminhamentos:

Construir, legitimar e ocupar os espaços de luta, escrever sobre isso em uma reflexão que legitime conjunto estudantil de psicologia a promover e intervir nesses espaços.

Estratégia para conseguir obter repasses da construção dos pré-eneps.

As pessoas que ficarem de referencia na região ficarão responsáveis pelo contato com outras escolas para realização dos pré-eneps.

As reuniões virtuais serão realizadas todo penúltimo domingo do mês, utilizando o mecanismo do Skype. 16h de Brasília.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s